11 maio, 2010

POEMA DA PROSPERIDADE

Poema da Prosperidade


Nem a tristeza, nem a desilusão,

nem a incerteza, nem a solidão,

NADA ME IMPEDIRÁ DE SORRIR.

Nem o medo, nem a depressão,

por mais que sofra meu coração,

NADA ME IMPEDIRÁ DE SONHAR.

Nem o desespero, nem a descrença,

muito menos o ódio ou alguma ofensa,

NADA ME IMPEDIRÁ DE VIVER.

Em meio as trevas, entre os espinhos,

nas tempestades e nos descaminhos,

NADA ME IMPEDIRÁ DE CRER EM DEUS.

Mesmo errando e aprendendo,

tudo me será favorável,

para que eu possa sempre evoluir,

preservar, servir, cantar,

agradecer, perdoar, recomeçar...

Quero viver o momento de agora

como se ainda fosse cedo,

como se nunca fosse tarde.

Quero manter o otimismo,

conservar o equilíbrio,

fortalecer a minha esperança,

recompor minhas energias,

para prosperar na minha missão

e viver alegre todos os dias.

ENFIM,

quero dar o máximo de mim, para viver

intensamente e maravilhosamente

TODOS OS DIAS DA MINHA VIDA.

3 comentários:

Carlos Rímolo disse...

Querida amiga Letícia!!!
Belíssimo poema. Adorei, parabéns!

Beijos de luz em seu coração!!!

POETA CIGANO - 23/05/2010

carlosrimolo.blogspot.com

Carlos Rímolo disse...

Querida amiga Letícia !!!
Interessante seu Poema. É o que desejamos para a vida. Adorei!

Beijos de luz e poéticos!

POETA CIGANO - 12/06/2010

www.carlosrimolo.blogspot.com

Carlos Rímolo disse...

Querida Letícia!!!
Uma passadinha por aqui para deixar meu carinho.
Beijos de luz!!!

POETA CIGANO - 03/07/2010

www.carlosrimolo.blogspot.com

Seguidores